Top 7 Moedas Para o Staking em 2021

Proof of Stake (PoS), ou prova de participação em português, é uma parte essencial do desenvolvimento de projetos de blockchain da próxima geração. Neste artigo, analisaremos as 7 moedas e tokens mais importantes disponíveis para bloquear/fixar e examinaremos como o seu possuidor pode se beneficiar delas.

Prova de participação é um modelo de consenso avançado que permite a criação de novas moedas ou tokens por meio de um processo de bloqueio (‘staking’ em inglês). Quando o possuidor quer bloquear uma certa quantidade de criptomoedas, está essencialmente permitindo que os nós de validação da rede travem seus ativos para processar transações no blockchain. Por enquanto, o usuário pode ganhar taxas de transação e bloquear recompensas como forma de pagamento pela prestação desse serviço.

Em vez de confiar no poder do Hash, como na Prova de Trabalho (‘Proof-of-work’ ou PoW, mais conhecido como ‘mineração’), o PoS permite que o participante obtenha retornos com base no número de moedas ou tokens que tem bloqueado no blockchain. O staking não requer que o usuário tenha um nó validador (o possuidor pode emprestar seus ativos a um validador) e consome muito menos poder computacional do que a mineração.

Atualmente, existem três grandes plataformas nas quais o bloqueio é habilitado para os usuários – Binance, KuCoin, e Coinbase. Estas exchanges permitem aos clientes colocar diretamente suas criptomoedas para bloqueio enquanto ganham uma recompensa proporcional. Abaixo, listamos algumas das melhores moedas e tokens de PoS encontradas no mercado.

 

1. Tezos (XTZ)

A Tezos é um dos mais avançados blockchains que permitem bloqueio. Ele utiliza um protocolo específico de PoS líquido (LPoS), que permite aos usuários delegar seus tokens a outros possuidores sem perder a propriedade de seus ativos. O staking da XTZ fornece liquidez completa, o que significa que o usuário pode mover livremente seus tokens a qualquer momento para o validador que oferecer os melhores retornos.

O Return of Investment (ROI), ou retorno sobre o investimento em português, atual para o bloqueio de XTZ é de cerca de 5-7% anualmente (dependendo da volatilidade do mercado e da escolha dos validadores).

 

2. Cosmos (ATOM)

Cosmos é um protocolo de próxima geração que foi projetado para ajudar as novas empresas a criar seus próprios serviços de blockchain. Enquanto a tecnologia DeFi ainda está evoluindo, espera-se que haja uma necessidade contínua de colaboração e interoperabilidade entre as diferentes blockchains. Isto significa que bloquear o token nativo do Cosmos ATOM pode se mostrar bastante válido a longo prazo.

Assim como Tezos, a solução permite que o possuidor delegue seus tokens a validadores e receba recompensas respectivas ao seu investimento. Segundo o Ledger, o rendimento anual atual do Cosmos está entre 8-10% (dependendo da volatilidade do mercado) menos as taxas do validador.

 

3. Polkadot

Polkadot é uma das redes de PоS que mais rapidamente cresce na atualidade.. Como principal concorrente da Ethereum, a solução é construída para integrar novas blockchains personalizadas e garantir facilmente a interoperabilidade entre elas. A versão mais recente da plataforma permite que os stakers ‘ participem de sua governança, garantindo ao mesmo tempo que os validadores possam assegurar múltiplas blockchains de uma só vez. Os usuários, que desejam fixar seus tokens DOT, podem nomear um validador e receber cerca de 10% de rendimento anual sobre seu investimento (menos a comissão do validador).

A rede usa uma carteira de hardware Ledger para conter as moedas e dá aos usuários acesso a uma lista de vários validadores. A criação de um nó validador no Polkadot requer um mínimo de $40 milhões de DOT, o que reduz o número de opções de bloqueio, mas aumenta a segurança.

Deve-se notar também que os desenvolvedores do Polkadot lançaram o Kusama, uma solução para sustentar ‘parachains’ usadas para implantar ativos genéricos, tokens fungíveis, moedas estáveis, CBDCs e NFTs. O token nativo de Kusama, KSM, pode ser fixado através da nomeação de 16 validadores individuais, com ROI estimado atualmente de 10% a 15% anualmente.

 

4. Polygon (Matic)

Como a solução de escala mais popular para a rede Ethereum, o Polygon detém atualmente mais de US$ 3 bilhões em algumas das mais inovadoras dApps (aplicativos descentralizados) – incluindo Decentraland e AAVE. A MATIC, que é seu token nativo, oferece atualmente uma média de 15% de ROI anual. Os usuários podem fazer isso delegando seus tokens a um dos 100 validadores que operam na plataforma.

Ao apostar no MATIC, é aconselhável escolher cuidadosamente o validador, pois muitas vezes podem ocorrer penalidades para os nós de comportamento inadequado (o que pode reduzir significativamente os lucros).

 

5. Terra (Luna)

Terra é uma solução especializada na criação de moedas estáveis apoiadas por uma criptomoeda. O que separa a Terra de outras redes é que permite aos usuários trocar as moedas estáveis por sua moeda nativa LUNA em uma proporção pré-estabelecida. Isto regula o preço das moedas estáveis e reduz significativamente a volatilidade.

A implementação e utilização da LUNA são essenciais para manter a sustentabilidade na rede, o que fez do token uma opção muito favorável para os stackers. Atualmente, as recompensas de bloqueio estão fixadas em 12% ao ano, com retornos que dependem principalmente da comissão do validador escolhido.

 

6. Binance (BNB)

Como líder mundial na Bolsa de criptomoedas, o ecossistema da Binance é altamente dependente das funcionalidades de sua rede de PoS. Binance Coin (ou BNB) é a moeda nativa da Binance, que pode ser fixada na plataforma por um período de tempo pré-definido (15, 30, 60, ou 90 dias). Os clientes, que decidem delegar suas moedas BNB, podem receber até 30% de APY (Rendimento da Poupança Anual).

O problema aqui é que as recompensas da estaca podem variar, dependendo do valor das taxas de transação. Um dos benefícios de fixar BNB é que o usuário tem acesso aos seus fundos apenas sete dias após ter desbloqueado seus ativos. Outra grande característica é que se um validador recebe uma penalidade, as moedas delegadas não são afetadas por ela. A delegação do BNB pode ser executada através do Chain Wallet da Binance.

7. ETH 2.0

A Fundação Ethereum é a líder sem precedentes na tecnologia DeFi e na integração da blockchain. Enquanto a Ethereum ainda opera através de um protocolo de consenso de prova de trabalho (PoW), a próxima atualização da solução utilizará um modelo de PoS de próxima geração para validar. Os desenvolvedores começaram a trabalhar neste projeto há quase cinco anos e declararam que deverão estar prontos para ele até o final de 2022. Após o lançamento da Beacon Chain no inverno passado, os volumes de estaca na rede ultrapassaram 10 bilhões de dólares.

O retorno médio anual de estaca da ETH na blockchain 2,0 está estimado em cerca de 7,5%, o que pode chegar a 20% se o possuidor decidir bloquear seus ativos por um ano ou mais. Embora a Ethereum 2.0 ainda não tenha sido lançada oficialmente, a Binance permite que os usuários participem de sua estaca através do BETH – uma versão simbólica da ETH fixada.. Aqueles que a possuem têm direito às recompensas de bloqueio que o nó de bloqueio da ETH 2.0 da Binance ganha.

Nada neste site deve ser percebido como aconselhamento financeiro, de investimento ou
comercial. Recomendamos que o usuário faça sua própria pesquisa antes de investir
e recomendamos enfaticamente que consulte um consultor financeiro certificado.

Tell us what topic you’d like
Us to cover!

Our objective is to make the world of crypto more comprehensive to everyone out there

0 comentários

Enviar um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Similar Articles

Binance vs. Coinbase

Binance vs. Coinbase

Esta análise irá comparar as duas plataformas de troca de criptomoedas mais proeminentes - Binance vs Coinbase. Avaliaremos as oportunidades de negociação que elas oferecem, a eficiência de suas principais características e decidiremos qual delas é superior em termos...

ler mais
WazirX lança nova plataforma NFT para o Sul da Ásia

WazirX lança nova plataforma NFT para o Sul da Ásia

A WazirX, que é a maior bolsa de criptomoedas  da Índia, acaba de lançar sua nova plataforma de NFTs. Os artistas digitais poderão agora exibir seus trabalhos e vendê-los para os colecionadores - tudo através da tecnologia de blockchain (cadeia de blocos) fornecida...

ler mais
Como ganhar dinheiro através de staking na Binance

Como ganhar dinheiro através de staking na Binance

Temos algumas boas notícias para todos. É possível ganhar dinheiro das criptomoedas mesmo em tempos de bear market, quando os preços das criptomoedas tendem a descer. Uma das melhores maneiras de fazer isso é através da ação, conhecida como staking. O que é staking ?...

ler mais
Declarando criptomoedas no Imposto de Renda no Brasil

Declarando criptomoedas no Imposto de Renda no Brasil

Em maio de 2019, a Receita Federal do Brasil, instituição responsável pela cobrança de impostos federais no país, divulgou a Instrução Normativa RFB nº. 1.888/2019. A instrução destina-se a esclarecer a declaração de transações envolvendo criptomoedas e outras formas...

ler mais
O que é Bitcoin?

O que é Bitcoin?

Bitcoin é a primeira moeda criptográfica que abriu o caminho para as milhares de moedas criptográficas que surgiram depois dela. Quase todos hoje já ouviram falar dela com os inacreditáveis altos e baixos do Bitcoin que regularmente chegam à mídia. Isso é o que faz do...

ler mais
O que é Binance?

O que é Binance?

A Binance Exchange é a principal bolsa de moedas criptográficas do mundo, de longe com o maior volume de transações. Fundada em 2017 em Hong Kong, mudou-se para Malta e está servindo à maioria dos países do mundo. Atualmente, a Binance oferece negociação com...

ler mais
Análise da Ripple: O que o futuro pode reservar

Análise da Ripple: O que o futuro pode reservar

Em dezembro de 2020, a Comissão de Valores Mobiliários dos Estados Unidos (SEC), entrou com uma ação judicial contra a Ripple, alegando que a empresa havia levantado US$1,3 bilhões em títulos de ativos digitais não registrados. O CEO da Ripple Brad Garlinghouse,...

ler mais
O que é staking?

O que é staking?

Se você está interessado em encontrar novas maneiras de investir no mercado das criptomoedas, então talvez você queira saber mais sobre o processo de staking. Staking (ou estaca) é essencialmente a mineração de redes utilizando o modelo de consenso do PoS (Prova de...

ler mais